Riz Bistrot & Risottos

setembro 22, 2014

Nesses 3 anos de blog, risoto virou um dos nossos pratos preferidos. Já experimentamos muitas variações, mas uma que marcou a gente foi o Risoto de Beterraba com Gengibre que provamos no Festival Tempero do Forte 2013, feito pelo chef Richard a convite da Risoteria Terra Brasil Praia do Forte. Na época, o chef trabalhava no Ciranda Café, mas o restaurante não tinha o prato no menu. Para matar a vontade, tivemos que aprender a fazê-lo nós mesmos. E ficou muito bom! Mas agora o chef Richard está de cozinha nova, no Riz Bistrot e Risottos, antiga Risoteria. E a gente foi conferir.

Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia (Foto: fan page Riz Bistrot)

Riz Bistrot e Risottos. (Foto: fan page Riz Bistrot)

Desde a modernização, já estivemos lá 3 vezes: uma no Festival de Risottos e Brushcettas, que acontece toda terça à noite, com um rodízio de variados risotos e bruschetas, outra para o almoço executivo e outra para uma degustação feita para jornalistas. Neste post, vamos falar um pouquinho de cada.

Localização: muito boa.
O Riz está mesmo lugar da antiga Risoteria, na Rua das Hortênsias, aquela da pracinha do Kirin. Movimentada e de fácil acesso. O restaurante oferece manobrista na porta, o que pra gente conta muito. Quem não gosta de deixar o carro em outras mãos, pode sempre estacionar ao redor da praça. Nunca tivemos problemas com isso.

Ambiente: muito bom.
Outra coisa que não mudou em relação à antiga Risoteria. O ambiente continua charmoso e intimista. A novidade é que agora os clientes podem ajudar na decoração, através de pinturas nos jogos americanos. As melhores viram quadros que enfeitam as paredes. Pra isso, todas as mesas têm uma latinha com gizes de cera coloridos. Achamos a ideia super bacana. Fora isso, a trilha sonora é tão deliciosa quanto os pratos. Enfim, desde que não esteja cheio, o ambiente é muito agradável.

Art wall do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia (Foto: fan page Riz Bistrot)

Art wall do Riz Bistrot e Risottos (Foto: fan page Riz Bistrot)

Atendimento: muito bom.
Nesse item, vale a regra acima. Bom, desde que  ambiente não esteja cheio, porque aí não tem equipe que dê conta, ainda mais em um lugar pequenininho como este. Em dias normais, no entanto, o atendimento é ágil, simpático e diferenciado. Reconhecemos alguns rostos da antiga Risoteria também. O que mudou mesmo foi a cozinha.

Comida: muito boa.
Tiramos o chapéu pro chef Richard. Além de modernizar o cardápio e trazer o Festival de Risottos & Bruschettas, ele ainda implementou um novo projeto: nas noites de Festival, o cliente pode fazer seu próprio risoto com o auxílio e dicas do chef, numa mesa no meio do salão. Uma atração à parte. A gente se aventurou e eu (Luis) fiz um Risoto de Cordeiro que, modéstia a parte, ficou digno de entrar no menu. Haha

Luis fazendo um Risoto no Festival de Risotos do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia (Foto: fan page Riz Bistrot)

Luis fazendo um Risoto no Festival de Risotos do Riz.

Risoto de Cordeiro de Luis no Festival de Risotos do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Risoto de Cordeiro de Luis no Festival de Risotos do Riz Bistrot e Risottos.

Bruschetta do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Bruschetta do Riz, no Festival de Risottos e Bruschettas.

No almoço, toda semana tem uma pequena lista de opções especiais, que eles chamam de Weekly Special. Quando fomos no almoço, havia uma opção de massa com salmão, dois tipos de risoto e uma opção de carne, além de duas opções de entrada e uma sobremesa a preços convidativos. Como a fome era pouca, dispensamos as entradas. Eu (Gabi) pedi o Risoto de Camarão com Caju e Coco (o mesmo da primeira Feira Gastronômica de Rua, na Barra), minha irmã pediu o Risoto de Cogumelos, e minha mãe, o Penne com Salmão, Vinho e Alcaparras. Estavam bons, mas o Risoto de Camarão com Caju e Coco, mesmo com o coco bem tímido, foi o favorito da mesa.

Weekly Special do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Weekly Special do Riz Bistrot e Risottos no dia da nossa visita.

Risoto de Camarão, Caju e Coco do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Risoto de Camarão, Caju e Coco do Riz Bistrot e Risottos.

Risoto de Cogumelos do Riz Bistrot e Risottos - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Risoto de Cogumelos do Riz Bistrot e Risottos.

Acabamos dividindo a exótica sobremesa: Sticky Rice com Manga e Coco, tipo um arroz doce com estilo tropical e grãos mais durinhos. Estava boa também, mas não indico pra quem prefere as sobremesas mais comuns. Gostei mais do risoto de chocolate servido no Festival.

Na nossa terceira visita, durante a degustação promovida pelo restaurante para a imprensa, pudemos conhecer ainda melhor o menu e descobrir que ele vai muito além dos risotos e bruschetas, contemplando pratos e petiscos super interessantes, com e sem arroz.

Conta: muito boa.
Tanto no almoço quanto no Festival de Risottos e Bruschettas, achamos os preços honestos. Ao meio-dia, saem pratos entre R$20 e R$30, com entradas e sobremesas a R$5 ou R$10. Já o Festival custa R$39 por pessoa. Pra gente, vale a pena.

Conclusão: muito bom.
O Riz é a Risoteria, só que melhor, com uma proposta mais criativa e preços interessantes. Indicamos para casais, famílias e pequenos grupos.

Endereço: Rua das Hortênsias, 966.
Bairro: Pituba
Telefone: 71 3019-6800
Horário: das 11h30 às 22h (ter. a qua. e dom.);  das 11h30 às 23h (qui.); das 11h30 às 00h30 (sex. e sáb.)
Lugares: 150 (aproximadamente)
Fanpage: https://www.facebook.com/rizbistrot?fref=ts