Di Liana

setembro 29, 2014

Quem curte comida italiana certamente já ouviu falar do Di Liana, tradicional restaurante localizado em Ondina, perto do nosso zoo. A casinha amarela na rua de paralelepípedos passa a mensagem: receitas da vovó, almoço em família. E, pra gente, essa é a palavra que melhor descreve o clima do restaurante Di Liana: familiar. Nossa primeira visita com o blog aconteceu numa tarde de domingo. Mais recentemente, voltamos a convite da casa e só confirmamos o que concluímos anteriormente.

Restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia (Foto: fan page do restaurante)

Restaurante italiano Di Liana. (Foto: fan page do restaurante)

Localização: muito boa.
Pra quem não sabe, o Di Liana fica entre o zoológico e o colégio ISBA, numa rua majoritariamente residencial e aparentemente tranquila. A frente do restaurante costuma ficar cheia, tanto de carros quanto de gente. É raro não haver fila de espera, especialmente aos fins de semana. Mas a casa oferece serviço de vallet, o que conta muito pra gente.

Ambiente: muito bom.
A decoração do Di Liana é cheia de detalhes bem pessoais. A dona nos contou que até as cadeiras ela fez questão de escolher e comprar uma a uma. Nas paredes da antiga casa, azulejos, flores, espelhos, lembrando uma casa de campo. Se você entrar no clima, pode até esquecer que está e Salvador. Adorável! No nosso primeiro almoço lá, nos sentamos na varanda superior, que estava coberta por um toldo. Se o dia estiver quente não é uma boa ideia pra quem sente calor. 🙁 Quando fomos no jantar, ficamos na parte interna, ao lado da adega. Achamos mais agradável.

Varanda do restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia (Foto: fan page do restaurante)

Varanda do restaurante italiano Di Liana. (Foto: fan page do restaurante)

Atendimento: excelente.
O atendimento 100% feminino nos chamou a atenção pela qualidade. Ficamos sabendo que a maior parte das funcionárias já está no restaurante há muitos anos e isso faz a maior diferença. Gostamos tanto que até deixamos um elogio no Instagram do restaurante na época.

Comida: muito boa.
Acertamos de primeira no Di Liana ao pedir o Filleto del Doge com fettuccine verde ao molho 4 queijos e cebola agridoce. Além de delicioso, ele também é servido em porções para 2 pessoas, que dão até pra 3. Ótima pedida! Também provamos o Carpaccio, que estava muito bom.

Quando fomos no jantar, pedimos de entrada o Gamberi picante ao alho e óleo e adoramos! Da próxima, pedirei a massa do mesmo sabor (Gabi). Já os pratos principais foram Carneiro com spaghetti ao pesto e Fettuccine di Gamberi. Eram pratos individuais, mas quem come menos pode até dividir.

Gamberi picante ao alho e óleo do restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Gamberi picante ao alho e óleo.

Cordeiro com spaghetti ao pesto.

Cordeiro com spaghetti ao pesto do restaurante italiano Di Liana.

Fettuccine ao gamberi do restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Fettuccine ao gamberi.

E de sobremesa, fomos de Souflê de goiaba e Zabaglione, uma sobremesa típica italiana à base gemas de ovos, pela qual eu Luis me apaixonei e já botei Gabriela pra aprender a fazer. haha

Zabaglione com sorvete do restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Zabaglione com sorvetedo Di Liana.

Souflê de goiaba do Di Liana.

Souflê de goiaba do restaurante italiano Di Liana – Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Pra acompanhar tudo isso, aceitamos a sugestão do dono e provamos o vinho tinto português Ilógico. Perfeito! Mas se você quiser levar  seu vinho de casa, também pode ficar à vontade: o restaurante não cobra taxa de rolha e você já economiza essa parte. 😉 Obs.: o Di Liana também faz delivery de segunda a quinta no almoço e domingo no jantar.

Vinho português Ilógico no restaurante italiano Di Liana - Onde Comer em Salvador Blog de Gastronomia

Vinho português Ilógico.

Conta: boa.
O Di Liana não é o mais barato dos italianos, mas dá pra encaixar no orçamento. O Filleto Del Doge pra 2 custava na época uns R$92. O camarão picante, R$43,90. O Cordeiro, R$58,90. O Fettuccine di Gamberi era um pouco mais caro, R$63,90.  Zabaglione: R$17,90. Souflê de goiaba, R$36,90 (serve de 3 a 4 pessoas). E o vinho, pasmem: R$58. Achamos que fosse mais.

Conclusão: muito bom.
É muito difícil para um restaurante sobreviver e se manter bem durante tantos anos e entendemos como o Di Liana consegue: com boa comida, ambiente aconchegante e ótimo atendimento. Ideal para almoços em família, mas também dá pra ir a dois.

Endereço:
Bairro: Ondina
Telefone: 71 3331-1266
Horário: De segunda a quinta, das 12 às 15h30 e das 19h  às 22h30; sextas e sábados,  das 12h às 16h e das 19h às 00h; domingos das 12h às 22h30. Delivery de segunda a quinta no almoço, e domingo das 18h às 22h.
Lugares: 200 (aproximadamente)
Site: http://www.diliana.com.br
Fanpage: https://www.facebook.com/dilianarestaurante